https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

As flores que eu colhi (…)

 
Open in new window


Desculpa, Natureza;
Não sei muito bem, de quê!
Diz-me porquê?
Qual foi o desacerto que cometi?
Só se foi as rosas todas que colhi,
E tenho pena que já não as tenha,
Para sentir a essência que escolhi.
.
Estou estendida admirado o indigo,
Com a esperança que as flores possam florescer,
Para que um dia meu amor me possa oferecer,
as flores que eu tanto digo.
.
Onde estas?
As flores não crescem,
Há espera, contei até cem,
E as flores não cresceram,
E em tempos arranquei as todas
Aparentando que me deram.
.
Deixei a planície sem rosas!
Se gostas de mim,
Aparece sem rosas, na alma dos bastidores,
Tenho as mãos a sangrar de tantas dores,
Por causa da cara e coroa das flores;
Já não quero mais flores;
E não será tarde nem cedo
vou te contar um segredo!
Eu sempre,
Só te quis a ti(...)


Ana Carina Osório Relvas/A.C.O.R


A felicidade são pequenos sorrisos de determinados momentos
Ana Carina Osório Relvas/acor

https://acor13.blogspot.com/



 
Autor
A.C.O.R
Autor
 
Texto
Data
Leituras
794
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/06/2014 15:58  Atualizado: 09/06/2014 15:58
 Re: As flores que eu colhi (…)
flores que crescem nos jardins dos olhos, onde a essência dos desejos se transformam nas planices de nossas almas que se amam