https://www.poetris.com/
 
Mensagens : 

Espero-te

 
Cada segundo que passa, tem o peso de um penedo, rasgando-me o peito. Sinto-o. Um penedo lascado com as lâminas da saudade.
Persigo as badaladas do relógio que me desafia, mostrando-se imóvel.
Espero-te pela noite dentro. E pela noite fora. Em todas as maneiras possíveis, fixando o relógio, sem ver as horas passar.
Espero-te. Todo o resto é secundário. Esperar-te é a minha prioridade vital.
Mas é inútil esta espera. Esta ânsia desmedida. Esqueci-me que mudaste. Esqueci-me do pouco tempo que te sobra. Ou do tempo que não te sobra…
Fecharei os olhos e esperar-te-ei em sonhos. Talvez, aí, apareças. Sendo aquele primeiro que eras.

 
Autor
Earnshaw
Autor
 
Texto
Data
Leituras
810
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 23/01/2008 20:59  Atualizado: 23/01/2008 20:59
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: Espero-te
Bela carta!

karla Bardanza

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/01/2008 17:48  Atualizado: 24/01/2008 17:48
 Re: Espero-te
Adorei a carta que escreves de incertezas...
Parabéns
ConceiçãoB