https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

consideração terceira

 
às vezes meu corpo
é tudo o que possuo
e deixo-o seguir com as
velas tombadas pra não
assimilar o rumo

vai à deriva em mar de
desejos e prazeres...

às vezes o mar se amansa
e alço as velas pra prosseguir

mas daí
o corpo pensa


O que, às paredes, confesso.

 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
641
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
5
3
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 16/10/2014 13:54  Atualizado: 16/10/2014 13:54
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2380
 Re: consideração terceira
Que lindo Mary!
Acho que meu problema eh "nao ter velas"...

Beijao pra voce!

*Mary Fioratti*


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 17/10/2014 16:18  Atualizado: 17/10/2014 16:18
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15149
 Re: consideração terceira
Me fez sorrir com a sutileza das velas. Assim é no mar da vida. Não se deve é se afastar muito do cais. Muito bom, como sempre. Beijos do lado de cá!

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 17/10/2014 16:31  Atualizado: 17/10/2014 16:31
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: consideração terceira P/MarySSantos
Amiga sem vela não se faça ao mar ou então leve uma vela de cera acesa!... Achei admirável a sua consideração tão filosófica. Beijinho. Vólena

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/10/2014 20:34  Atualizado: 18/10/2014 20:34
 Re: consideração terceira
Mary,

E nesse mar á deriva
Sem temer a tempestade
Dás-nos lições de vida
Ao dizer estas verdades!

Rolam palavras onde a poesia se “aninha “com prazer.

Beijo