https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O INFINITO DE MINH'ALMA

 
(crônica)

Os humores do mundo permeiam, enchem Minh ‘alma! Não consigo viver aquém do burburinho mundano, muito menos além, estou no meio dessa loucura humana! Estou encharcado das idiotices, das maldades, das ignorâncias humanas, mas também da bondade, dos valores humanos dignos! Sinto o peso de todas as construções e descontrações humanas! As maravilhas da Inteligência humana me refrigeram a alma: a ciência, a arte, a tecnologia, a medicina, a minha amada poesia,... Já, as tragédias pesam-me toneladas! Que tenho eu a ver com tudo isso? Já disse, não sei ser neutro!
Minha sensibilidade sofre os sofrimentos humanos do mundo todo; minha percepção capta boas e más intenções de todos no mundo todo! Carrego o fardo da humanidade nos ombros – os leves e os pesados! Minh ’alma já era globalizada muito antes da Globalização Mundial! Já nasci com uma antena que capta as revoluções da alma humana em qualquer parte da Terra, tanto para o Bem, quanto para o Mal: a dor dos refugiados, dos discriminados da fé, da cor, do status social,... dos que amam e não são amados, dos que seguem o caminho errado,... dos que passam fome, dos sem lar, dos loucos e de todos os doentes,...
No mundo infinito de minh’alma estão os sucessos da humanidade: as pessoas felizes, que escolheram o caminho certo; as famílias felizes; o sorriso dos sonhos realizados; as crianças; a firmeza dos fortes; os bem amados; os que vivem na segurança de seus lares - não sofrem nem frio nem fome; dos que adquiriram conhecimentos em todas as áreas da atividade humana,...
Pode-se ver pela janela da Minh ‘alma a natureza bela: as flores, os rios, as cachoeiras, as árvores, os animais, as pedras, o mar, a chuva, o sereno da madrugada, as pedras preciosas, o ouro (quanta história tem o ouro...), a neve, os vulcões em erupção, as estrelas do céu, a luz do Sol, o azul do céu (que não e céu nem é azul),...
O Mundo entrou em minh’alma pelos meus poros, pelos meus olhos, pelos ouvidos, pelo nariz, pela boca, as mãos,... Nasci aberto para o Mundo! Não aprendi a fechar a porta, as janelas de Minh ‘alma nem ao mendigo nem ao poderoso! Dizem que sou ingênuo! Quem tem a verdade? Também não sou insensível nem ao que sofre nem ao que é feliz seja por amor seja por paixão ou aos que sentem dor ou prazer no corpo ou na alma,... Dizem: por isso sou assim meio louco! Por acaso o Mundo é normal? As pessoas sãs... cuidado... os loucos como eu somos inofensivos! Somos loucos por excesso de sentimentos, emoção, autenticidade,...
Convenhamos: pelo jeito que sou, fujo ao normal dos homens! Seja... Os políticos corruptos, os magistrados desonestos, muita “gente boa”... são tidos como normais, mais que isso, são modelos, tipos a seguir, formadores de opinião e de moda!
A sociedade valoriza a aparências! Minh ‘alma sacia-se da essência!





Manoel De almeida

 
Autor
ManoelDeAlmeida
 
Texto
Data
Leituras
465
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
5
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 20/10/2014 00:42  Atualizado: 20/10/2014 00:42
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2400
 Re: O INFINITO DE MINH'ALMA
Manoel,
Sempre nos identificamos com
algo que lemos, e identifiquei-me muito com o final
deste escrito. Na ingenuidade.


Beijos

*Mary Fioratti*

Enviado por Tópico
fernandamoreira
Publicado: 20/10/2014 01:06  Atualizado: 20/10/2014 01:06
Colaborador
Usuário desde: 13/01/2014
Localidade: Sao Paulo
Mensagens: 2450
 Re: O INFINITO DE MINH'ALMA
Que belo, amei ler o que escreveu, vontade de quero mais


bjss Nanda

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/10/2014 05:46  Atualizado: 20/10/2014 05:46
 Re: O INFINITO DE MINH'ALMA
Uma bela crônica!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/10/2014 14:58  Atualizado: 20/10/2014 14:58
 Re: O INFINITO DE MINH'ALMA
as almas sensíveis amam mais, compreendem mais e sofrem mais. bela crónica, Manoel.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 20/10/2014 18:53  Atualizado: 20/10/2014 18:53
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9306
 Re: O INFINITO DE MINH'ALMA
Boa tarde Manoel, em cada um de nós está contido uma fração Divina, e também de todo o resto do universo logo não temos nos isentarmos das forças diversas que regem este cosmos gigante, quando a sensação de se passar por uma besta face a sua sensibilidade, já nos disse um dos "Budas", que as atitudes de um sábio diante dos comuns parece tolice, aquele abraço, MJ.