https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

A marcha do tempo

 
«Eu sei
Que o tempo não pára
O tempo é coisa rara
E a gente só repara
Quando ele já passou

Não sei se andei depressa demais
Mas sei, que algum sorriso eu perdi
Vou pedir ao tempo que me dê mais tempo
Para olhar para ti»
Da canção «O tempo não para» de Mariza



A MARCHA DO TEMPO

Agora estou só, apenas só. Tudo perdi.
Tudo me levaram com voracidade.
Agora ando à toa girando na rota da lua
Chorando sozinho, chorando saudade.

Para mim ,o tempo correu, depressa demais:
Muito à tua frente. A vida está no fim em estrada de pó.
Tu vais a meu lado dizendo-me adeus,
Eu sigo chorando .Sou digno de dó

Eu sei, meu amor, o quanto perdi
«O tempo passou depressa demais»
Mas ainda me resta esse teu olhar.

Dei a volta ao mundo e à vida, sem ti.
Agora carrego tristeza, solidão e ais
Mas peço mais tempo para te beijar.


13/01/15










 
Autor
D.Sousa
Autor
 
Texto
Data
Leituras
435
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.