https://www.poetris.com/
 
Fados : 

Não sei

 
Não sei porque te espero eu já não sei
silêncio é para mim nocturno tempo
não quero nada amor do que te dei
deixa que te cante este lamento.

Não sei porque te amei eu já não sei
desde aquela hora em que te vi
não sei se te quis ou inventei
só sei que te não tive e que te quis.

Há palavras que nos turvam o olhar
no triste caminhar de uma ilusão
um amor que a cada dia faz penar
é amor que já esqueceu o coração.

É tudo tão diferente ao que eu sonhei,
brutal, o teu silêncio é solidão
não sei porque te amei eu já não sei
só sei que já calei meu coração.

Ricardo M. Louro
Chiado

(Repertório da fadista Cláudia Leal)


Ser Poeta é exilio
num pais de condenados
um tormento infinito
de mil olhos rejeitados!

Ricardo Maria Louro

 
Autor
Ricky
Autor
 
Texto
Data
Leituras
387
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.