https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Memórias de um jovem qualquer

 
 
Nunca fui e serei alguém no mundo que vivo
Não identificado,deixado na garoa à própria sorte
Desejando por tudo o desabrochar de minha morte
Ironicamente lutando sem nem um pingo de força comigo

Me julgas sem antes olhar para si
Encontre com tua negra alma antes de a minha descobrir
Pois tu é um dos que roubaram-me tudo,sem eu poder reagir
Derramando meu mundo,minha miséria pertence à ti

Às vezes choro,sem ao menos o motivo saber
Minh'alma é doente e em tons,odiosa
Vivendo fora do eixo,de forma duvidosa
Lembrando das coisas que me aconteceram,segundo os "sábios",por merecer

Apodreço como um fruto engavetado por anos,e nem estão à se importar
E vós ainda se acham aptos para em algo se pôr à me julgar?
O pesadelo de minha vida não é só uma ilusão
Como posso viver igual à quem me bate sem perdão?

Minha vida foi rápida,imunda e amarga,certo não sei se estava
Não pude soltar-me da corda que à mim enforcava
Privado de amor e uma alma de felicidade
Fui lacrado em fechaduras sem chaves por toda a eternidade...


 
Autor
MatheusBelfort
 
Texto
Data
Leituras
777
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
60 pontos
14
7
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 24/03/2015 18:49  Atualizado: 24/03/2015 18:49
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Memórias de um jovem qualquer
Poema forte, sombrio, que parece mais um desabafo reprimido. Contudo, tem uma beleza imensa, graças a poesia de quem o autor Matheus, anda de mãos dadas. Parabéns, querido amigo!

Beijinhos....


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/03/2015 18:58  Atualizado: 24/03/2015 18:58
 Re: Memórias de um jovem qualquer
Gostei demais, querido amigo Matheus!
Parabéns pela rica construção

Abraços


Enviado por Tópico
acalenta
Publicado: 24/03/2015 20:53  Atualizado: 24/03/2015 21:30
Colaborador
Usuário desde: 25/08/2010
Localidade:
Mensagens: 5385
 Re: Memórias de um jovem qualquer
A memórias nos deixam marcas que são para sempre, parabéns amigo.

beijos

acalenta


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 24/03/2015 21:24  Atualizado: 24/03/2015 21:24
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29201
 Re: Memórias de um jovem qualquer
Uma canhoeira de tristeza que descem pelos leitos do rio solidão, emudecendo os lábios da amargura que chora a desilusão cristalina, uma intensa dor de uma ama.


Enviado por Tópico
lusaslave
Publicado: 25/03/2015 01:03  Atualizado: 25/03/2015 01:03
Muito Participativo
Usuário desde: 11/03/2015
Localidade:
Mensagens: 75
 Re: Memórias de um jovem qualquer
Belíssimo poema, descreve com arte e grande talento, a minha realidade e a de tantos homens e mulheres que vivem enjaulados pela solidão; cercados pela inércia das oportunidades.

Um abraço e obrigado por partilhar.


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 25/03/2015 03:06  Atualizado: 25/03/2015 03:06
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6503
 Re: Memórias de um jovem qualquer
Nossa amigo!

Um poema forte pujante...
Profundo sentido sem palavras
levo comigo. Parabéns!!

Abraços,
Mary Jun


Open in new window


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/04/2015 19:45  Atualizado: 01/04/2015 19:45
 Re: Memórias de um jovem qualquer
A DOR, A DESILUSÃO, A INDIFERENÇA NOS CONSOME.
MAS MESMO NÃO TENDO FORÇA, PRECISAMOS LUTAR PRA SAIR DESSA
E DAR A VOLTA POR CIMA, TEMOS QUE SER MAIS FORTES DO QUE AQUILO QUE NOS PUXA PRA BAIXO

LINDO POEMA.