https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Pé de Vida

 
..e que buscava a harmonia entre o que a vida queria fazer dela e o que ela queria fazer da vida. Abri o livro bem nas páginas onde estava a flor pálida, li e reli tudo, fui até a janela e atirei a flor que finalmente se libertava em seu lento pousar sobre a terra, mas estava a muito longe de sua era, e teria que esperar o giro do mundo pra voltar a terminar o que era. São essas lágrimas que vazam pra dentro, que formam meus lagos de solidão. Não importa o que eu diga ou sinta, vou girando e girando..perdido como as palavras amarelas desse livro, que se quisessem não poderiam reencontrar a mesma boca que lhes geraram. Não importa o que eu lhe diga...


,,,mas Deus gosta de ser assim também, na forma de Eu!

 
Autor
joakencor
Autor
 
Texto
Data
Leituras
395
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
1
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Dragonfly
Publicado: 30/04/2015 22:55  Atualizado: 02/05/2015 01:19
Super Participativo
Usuário desde: 05/09/2014
Localidade:
Mensagens: 134
 Re: Pé de Vida
...me fez pensar sobre o que senti...uma flor guardiã de palavras que jamais reencontrariam seu momento e a mesma boca...sozinha em um livro...até que o seu mundo girou e a libertou, para finalmente cumprir sua era...pois parte sua jamais pôde encontrar com o todo, para finalmente fazer parte da história que virá...e o mundo vai girar novamente, e então...ela vai contar outra história...mas será sempre a mesma essencia, a flor...porém, o enredo não...rios não se contém...transbordam...e seguem sempre para o mar...e retornam em gotas minúsculas de chuva...talvez ela, a flor, um dia seja parte das lágrimas que componham a solidão...tudo porque um dia te amou o suficiente para guardar e aguardar o seu tempo girar...ou talvez...você seja parte da flor...não importa mesmo o que diga...o mais importante foi a liberdade da flor...