https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

sob a superfície

 
 


para adornar
minha superfície
tudo que oferta-se
acolho

é certo que sempre são abertas ravinas
que parecem gargalhar aos dias
e algumas poças
se deitam para o azul
do céu...
pretendem atrair sede de pássaros

há que se dar de beber
às boas manifestações externas
para esconder abalos sísmicos
e suas antigas ardentes
cicatrizes.

deixar que somente
eu toque os sulcos
que o tempo
cobriu com
algumas
flores e relvas








 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
621
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
4
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 26/07/2016 09:13  Atualizado: 26/07/2016 09:13
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2425
 Re: sob a superfície
Que linda descricao dessa "superficie", Mary!
Maravilhosamente profunda!

Beijos carinhosos a ti

*Mary Fioratti*

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/07/2016 13:05  Atualizado: 26/07/2016 13:05
 Re: sob a superfície
...minha querida Poetisa, que leitura maravilhosa fiz do seu escrito, agradeço pelo seu poema, parabéns.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/07/2016 19:03  Atualizado: 26/07/2016 19:03
 Re: sob a superfície
Li e gostei.
Parabéns poeta.
Ficar bem. PgOpen in new window

Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 28/07/2016 09:27  Atualizado: 28/07/2016 09:27
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1466
 Re: sob a superfície
A leitura do poema fez-me navegar à superfície!
Obrigada pela partilha.

Uma abraço