https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sem título(34)

 
Dorme bem meu amor

Dorme tão completamente

Do deitar ao acordar

Dorme profundamente


Se na má sorte

Não dormires o sono sonho

Esquece a minha imagem

Esquece-me

No acto que cumprires

Sem quereres cumprir o acto


Só depois

Só muito depois

Lembra-te dos meus olhos

Dos olhos que desvendaste


Pelos meus olhos foste por dentro de mim

Pelos meus olhos poderias reentrar em mim

Mas quando eu te fixar de novo

Serão os teus olhos que já não me verão

Os teus olhos conformes e dissonantes

Os teus olhos longe de mim

A vida conforme a vida

Paz ás nossas almas!


Dionísio Dinis


 
Autor
Dionísio Dinis
 
Texto
Data
Leituras
576
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 23/12/2006 23:12  Atualizado: 23/12/2006 23:12
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2265
 Re: Sem título(34)
Boas Dinis.
Comigo funciona ao contrário.
Durmo profundamente do acordar ao deitar
Permita-me uma observação:
"Dos olhos que desvendas-te"
Seria "desvendaste"?

Tropecei aí e foi pena.. O poema está perfeito!


Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 24/12/2006 14:59  Atualizado: 24/12/2006 14:59
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Sem título(34)
Ó mui caro Dionísio Dinis... isto vou ter que te dizer: Que belo poema!!
Não me canso de ler teus os textos pois nutro uma grande admiração pela tua escrita. A cada novo que aparece dedico a minha atenção e, sinceramente, fazes parte do rol dos meus favoritos.

Valdevinoxis

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 25/12/2006 07:06  Atualizado: 25/12/2006 07:06
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Sem título(34)
Meu queridoooo
esta perfeito....
Ai que bom em saber que voltaste a escrever.. estava ficando preocupada a viuu.
E nao some nao..que eu fico com saudades de conversar contigo.

beijinhos