https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sem título(105)

 
Aquieta-te Lurdes

Preserva-te das coisas frívolas

Não cuides do jardim como atavio de um espaço de vaidades

Antes alimenta-o com o melhor dos teus anseios

Em dias de lágrimas

Do pranto vertido deposita o sal na força do vento

E deixa que o doce desse choro dê vida à flor do teu ser

Porque de alegria e de sorrisos é feito o essencial de ti


Dionísio Dinis

 
Autor
Dionísio Dinis
 
Texto
Data
Leituras
1047
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
mulherde1textosó
Publicado: 07/03/2013 22:05  Atualizado: 07/03/2013 22:05
Muito Participativo
Usuário desde: 04/02/2010
Localidade:
Mensagens: 68
 Re: Sem título(105)
Essencial e belo...

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 28/02/2018 00:07  Atualizado: 28/02/2018 00:07
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2004
 Re: Sem título(105)
Faltam sonhos
Nas casas da esperança,
Voltam calmos quando
Deles se fala pra dentro,
A outra fase do silencio,
É a lembrança partida,
Que destes tenho e dessa sobrevivo
Instante a instante,
Momento a momento,
Quando os sonhos voltam aos anjos,
A casa dos sonhos é ao fundo,
Na estrada
Para Entepfuhl,
A onze graus North-West
De toda a esperança e que me levará
Até ao fim do mundo …

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 28/02/2018 00:18  Atualizado: 28/02/2018 00:19
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2028
 Re: Sem título(105)Excelente
Excelente...gostei muito...parabens