https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

NA SOLIDÃO DA ESCUREZA

 
Tags:  poema  
 
NA SOLIDÃO DA ESCUREZA
 
NA SOLIDÂO DA ESCUREZA

(Jairo Nunes Bezerra)


Extasiado fito a noite enegrecida,
O luar foi-se à aproximação das estrelas cintilantes...
Novas paisagens de belezas acrescidas,
E parado deixo de ser temporário andante!

Nessas horas o amor é fecundado no meu coração,
Ávido de tua presença no meu espaço...
Tudo reflete silencio e vibração,
Da permanente natureza foi-se o descaso!

E vivenciando ativamente o feliz momento,
Faço dele o meu entretenimento,
E azucrinado desejo os teus abraços!

Repentinamente de mim te aproximas,
Tais as chuvas invernal que vem de cima,
Presenteando-me com frio e intensos afagos!

 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
439
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.