https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Josefa

 
Pôs no corpo negro linho
por enlutado coração
e eis que vê-la no caminho
parecia ver a solidão ...

Ó Josefa d'olhos tristes
lábios finos, sequiosos,
Senhora porque partiste
tão cedo de meus olhos?!

E da casa do Outeiro
lembro a calma de seu colo
pelas tardes de Janeiro ...

Pois na dor qu'inda persiste
sou saudade sem consolo
ó Josefa d'olhos tristes!


Ricardo Maria Louro
À Tia Josefa Francisca Louro
irmã de meu Avô.


Ser Poeta é exilio
num pais de condenados
um tormento infinito
de mil olhos rejeitados!

Ricardo Maria Louro

 
Autor
Ricky
Autor
 
Texto
Data
Leituras
544
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.