https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O Voo de Papillon

 
Porque voa Papillon, sente-se
o delírio dos amores insensatos,
o gozo dos carinhos abstratos,
a metamorfose dos antigos fatos
e as cores dos novos atos.

E porque voa Papillon, sabe-se
que da neve derretida
ressurge o tempo de outra vida.




Produção e divulgação de Vera L. M. Teragosa


Sentir-me-ei honrado com a sua visita em minhas páginas, nos links abaixo:

www.fabiorenatovillela.com

Blog - Versos Reversos

 
Autor
FabioVillela
 
Texto
Data
Leituras
432
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
0
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.