https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Asas, quem dera

 
Quem dera, Ícaro, tuas asas não
tivessem derretido e o teu voo
nos ensinasse que há algum sentido.

Quem dera, Cartáfilo Errante,
que teus passos
chegassem a algum destino
e que o nosso andar não fosse apenas
o nosso destino.

Quem dera, Cavaleiro Andante,
que a tua sacra insanidade
decretasse o fim de
toda mediocridade.

Quem dera, Santos Loucos,
que as tuas guerras tivessem derrotado
a árida realidade que nos apequena
nesse obscuro canto de cena.

E quem dera, Poeta, teus versos
fossem uma trilha sempre seguida
entre as cores e as dores da vida.


Lettré, l´art et la Culture. Rio de Janeiro, Primavera de 2014.


Sentir-me-ei honrado com a sua visita em minhas páginas, nos links abaixo:

www.fabiorenatovillela.com

Blog - Versos Reversos

 
Autor
FabioVillela
 
Texto
Data
Leituras
991
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
35 pontos
3
4
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/10/2014 05:20  Atualizado: 24/10/2014 05:20
 Re: Asas, quem dera
Que Show de poesia!

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 02/11/2014 17:23  Atualizado: 02/11/2014 17:23
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8279
 Re: Asas, quem dera
os idealistas eternos incompreendidos, mas aqui um belo poema claro como água na minha sede de ler boa poesia. parabéns

Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 19/02/2015 17:10  Atualizado: 19/02/2015 17:10
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5328
 Re: Asas, quem dera
quem dera...

quem dera não nos falte a bagagem poética que sempre nos traz.

bom demais!