https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sete

 
Sete
 
Sete facas se perfilam
à luz do firmamento
e sete feridas me fuzilam
no vazio do pensamento!

Sete anos se passaram
no passar dos dias vãos
e sete mortos me falaram
com sete pedras na mão!

Sete amores me deixaram
foi verdade sem razão
e sete vidas me largaram
no vazio da solidão!

Sete ausências me ficaram
do sabor de sete bocas
e outras bocas me beijaram,
mais de sete, foram poucas!

Foram sete desilusões
tinham gosto d'acidez
e ai dos sete corações
que perdi de uma só vez!

Sete orgulhos engoli
como o mar engole o rio
e sete versos escrevi
na demência do vazio!

Eram sete horas da tarde
sete dores eu senti
no meu corpo sem alarde
sete facas e morri!


Ricardo Maria Louro


Ser Poeta é exilio
num pais de condenados
um tormento infinito
de mil olhos rejeitados!

Ricardo Maria Louro

 
Autor
Ricky
Autor
 
Texto
Data
Leituras
533
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.