https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Infelicidades sem fim

 
Infelicidades sem fim

Abusando do uso da inteligência
Nicolau acobardara-se escondido
Por trás das páginas da internet
Visando qualquer transeunte

Hábil ele iria visar os mais populares
E não satisfeito iria visar também
Quem não conhecia e com quem
Nunca haveria de se meter jamais

Riscos corridos com muito falatório
Haveriam de gerar muitas maldades e
O fel escorria-lhe pelo canto da boca
Fruto de um stroke antigo, ele babava

A verdade é que Nicolau era infeliz
E como simplório arrogante infeliz
Ele nunca iria saber parar a tempo
De também ... não se magoar

Nicolau tristinho vivia feio e mau
E como nunca tinha sentido o amor
Recalcamentos a mais tinham gerado
Essa sua infindável fonte do mal

Negava a simpatia que lhe estendiam
E estrebuchando rosnava sem falar
Muito triste a sua sina, por sinal

Que fazer se Nicolau queria estar só
Ou não fora ele o maior fora de série
O mais inteligente e terrível mauzão.



Eureka

 
Autor
Eureka
Autor
 
Texto
Data
Leituras
629
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
57 pontos
25
8
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 21/02/2016 12:03  Atualizado: 21/02/2016 12:32
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16187
 Re: Infelicidades sem fim
Eureka
Esse Nicolau é um mocinho ou um vilão?
Amiga, espero que seja ficção!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 21/02/2016 13:12  Atualizado: 21/02/2016 13:12
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15161
 Re: Infelicidades sem fim
Pobre Nicolau! Metido a inteligente, feio nos costumes, arrotando azedumes para manter sua fama de mau! Pobre Nicolau! Sozinho no seu mundo virtual, atacando moinhos de ventos achando que fossem gigantes, sem Sancho Pança para livrá-lo do seu próprio mal! Pobre Nicolau! Ele com ele mesmo se matando dentro do próprio quintal!

Muito bom o texto do dia. Com tantos Nicolaus por aí espero que as palavras entrem na cabeça de pelo menos um. Um forte abraço e tudo de bom!


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/02/2016 14:28  Atualizado: 22/02/2016 14:47
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29294
 Re: Infelicidades sem fim
Muitas vezes na vida temos que ser realmente o nosso sou, nunca querer mudar aquele nosso ser que somos na realidade. A esperteza tem perna curta.

muito bom


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/02/2016 14:43  Atualizado: 21/02/2016 14:43
 Re: Infelicidades sem fim
Oi! Disse -o bem quantos Nicolaus por esse mundo afora, procurando o mal e prejudicando inocentes
Belo texto amiga
Beijo Eureka


Enviado por Tópico
kripy
Publicado: 21/02/2016 22:06  Atualizado: 21/02/2016 22:06
Colaborador
Usuário desde: 26/05/2010
Localidade:
Mensagens: 3001
 Re: Infelicidades sem fim
olá minha doce amiga Eureka até eu tive que lidar com um "nicolau" mas coitado,de mau tinha pouco:):) um beijinho de carinho ,kripy.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/02/2016 10:22  Atualizado: 22/02/2016 10:22
 Re: Infelicidades sem fim
Doce Maria/Eureka,

Bom dia!

Saiu aqui um lindo texto.

Ficção à parte, existem muitas pessoas desse "nipe" por aí afora!

Obrigada por partilhar e tenha um lindo dia!

Um beijo terno,

Anggela


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 24/02/2016 20:22  Atualizado: 24/02/2016 20:22
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Infelicidades sem fim
Sem internet, os Nicolaus da vida, eram aos montes lobos em pele de carneiro...Com o advento das redes sociais, proliferou esse espécime aos milhares. Mas também tem surgido as nicolaias , querida Eureka, espertinhas, provocativas...Coisas dos nossos tempos. rsrsrs

E, você, hein amiga, se inspirou num desses, pra produzir esse senhor poema ?
Adorei!!
Beijinhos da amiga de sempre!!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/02/2016 10:19  Atualizado: 27/02/2016 10:19
 Re: Infelicidades sem fim
Este Nicolau tá precisando assistir um filme romântico.

Abraços


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 27/02/2016 21:43  Atualizado: 27/02/2016 21:43
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9304
 Re: Infelicidades sem fim
Boa tarde Eureka, muitos de nós imagina está pisando em um território imune de punições ao navegarmos nesta rede das virtualidades, ma isto é mero engano, tudo aqui é uma extensão viva nos nosso cotidiano real, sujeito as mesmas consequências positivas, ou negativas do nosso viver, parabéns pelo teu incisivo poema, um abraço, MJ.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/02/2016 20:37  Atualizado: 29/02/2016 20:37
 Re: Infelicidades sem fim
Que belo conto amiga, parabéns!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/03/2016 21:52  Atualizado: 21/03/2016 21:52
 Re: Infelicidades sem fim
Lendo novamente!

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 27/03/2016 13:06  Atualizado: 27/03/2016 13:06
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Infelicidades sem fim
Como já foi comentado por mim, esse poema sobre a aventura de um triste Nicolau, que a bem da verdade tornei a ler , sorrindo, como se fosse a primeira vez a fazê-lo, e não é que descobri facetas não percebidas na primeira leitura? rsrsrsr....Pobre Nicolau, ainda aprenderá muito nessa vida! rsrs

Amada, muito obrigada pelo carinho da tua mensagem lá no meu espaço poético, seu interesse por minha saúde, teus votos de melhoras e de retorno em breve. Obrigada, flor!

Beijos e abraços da amiga para sempre!

Open in new window


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 27/03/2016 15:26  Atualizado: 27/03/2016 15:27
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Infelicidades sem fim P/Eureka
Olá Boa Amiga
Nicolaus é o que mais falta
Por este mundo de Deus
se os nicolaus não O ouvem
que servem conselhos seus!
Mas gostei dos belos versos
que chamam bem a atenção…
cheinhos de perspicácia!
E de mim, grande beijão.