https://www.poetris.com/
 
Homenagens : 

Auto-retrato (Júlio Saraiva)

 
Tags:  soneto    júlio saraiva  
 
Faz três anos que o inesquecível poeta Júlio Saraiva nos deixou.
Quero relembrá-lo, postando aqui um poema seu.
Ciao Júlio, onde quer que você esteja,
Manuela


Livre-pensadora, livre-sonhadora



auto-retrato

só por acumular erros antigos
já nem dou conta que a velhice é fato
ao longe avisto amadas e amigos
todos sorrindo no mesmo retrato

não temo a morte nem temo castigos
vou procurando manter-me sensato
planto maçãs onde nasciam figos
se hoje ressuscito amanhã me mato

torto é o meu andar como este soneto
pouco se me dá se é de pé quebrado
a linha reta transformei em arco

não quero regras nem branco no preto
sou absoluto não troco de lado
e sigo só por conta do meu barco
 
Autor
Manu_C.
Autor
 
Texto
Data
Leituras
672
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
33 pontos
3
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Srimilton
Publicado: 11/03/2017 21:31  Atualizado: 11/03/2017 21:31
Colaborador
Usuário desde: 15/02/2013
Localidade: Nenhuma
Mensagens: 1848
 Re: Auto-retrato (Júlio Saraiva)
Olá, Manuela...

Preciso falar com Vc. É possível?

Me procure no Face ou em outra rede qualquer.

Ficarei grato!