https://www.poetris.com/
 
Textos : 

Sem Sono...

 
Sem Sono...
 
É madrugada, acordei sem sono olhando para todos os lados do meu quarto , vou ficando com o olhar perdido, abro a janela olho para o céu vejo cada estrela a brilhar cada uma com seu brilho com seu significado, olho paras as arvores que avisto de minha janela admiro seu balançar silenciosa da madrugada o sereno caindo deixando suas folhas com um toca a mais de sua beleza,levo meus pensamentos ao coração de quem esta longe nesse momento na mesma cidade mais longe na mesma sintonia talvez da minha alma mais esta longe seu sono e velado pela quele mesmo brilho das estrelas pelo mesmo sobrar daquele vento que ali faz balançar cada galho , cada folha de cada arvore que ali meus olhos avista, vou imaginando minha alma envade meus pensamentos vou caminhando com minha alma sei que não muito longe tem outra alma que talvez nesse momento esta fazendo o mesmo que eu agora na janela do seu humilde quarto olhando admirando e no silencio das folhas com seus pensamentos junto aos meus. e assim minha madrugada vai amanhecendo já posso ver da minha janela talvez os primeiros raios do sol que surgi la por entre as folhas daquelas arvores que durante toda a madrugada eu fiquei a admira-las, e assim começa o amanhecer e meus amor que ao longe esta se acalenta no seu sono profundo em que minha alma de alguma forma esta por vela-la........


Zilka

 
Autor
zika
Autor
 
Texto
Data
Leituras
452
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 14/03/2016 11:09  Atualizado: 14/03/2016 11:09
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: Sem Sono...
Um silêncio acionado pelos olhos, onde os sentidos entra dentro do senso de uma maneira que a beleza se faz em nosso ego.

belo poema, martisns