https://www.poetris.com/
 
Textos -> Esperança : 

Espera Descomunal

 
Inconscientemente te espero,
Da forma mais incomum possível.

Vai-se o colorido das rosas,
Vem-se a queda das folhas,
De estação a estação,
Repetição sempre igual.

O tempo passa em ritual contínuo,
Meu relógio irrompe o infinito,
Tic tac milhões de vezes,
Todo o universo em mutação.

Tudo passa,
Tudo muda microscopicamente
Num segundo,
E eu, a bilhões de segundos a te aguardar.

Sóbrio, mas repleto de cabelos brancos,
Mais sério, mais maduro, e sempre,
Cada vez mais seu.



Rodrigo Cézar Limeira

 
Autor
Rodrigo Cézar Limeir
 
Texto
Data
Leituras
696
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 27/02/2008 02:06  Atualizado: 27/02/2008 02:06
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14977
 Re: Espera Descomunal p/ Rodrigo Cézar Limeir
Querido poeta

Realmente uma espera descomunal
esperar até que os cabelos
brancos apareçam quer dizer que
esta espera não tem fim estará
sempre no aguardo deste amor sem
fim....muito bom

Beijo no coração


Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 28/02/2008 17:03  Atualizado: 28/02/2008 17:03
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Espera Descomunal
Um poema de muito bom nível que merece ser mais lido.Parabéns
h@p