https://www.poetris.com/
 
Crónicas : 

Alimentos sem glúten

 



O que aconteceu depois não foi difícil imaginar. Havia um caleidoscópio para provocar toda aquela ilusão que iria estender-se durantes os anos que se seguiriam. Preenchendo as centenas de trilhas usadas pelos nômades que fugiam em busca da própria liberdade. No entanto, em qualquer rede virtual não é permitido fumar. Vapores etílicos sempre provocam ressaca quando se acorda antes do amanhecer.

Deveria haver um regulamento que estabelecesse parâmetros relacionados entre a série de quimeras, os espectros de sonhos agonizantes e os esboços de crayon fugitivos das pranchetas. Isso por linhas pontilhadas para que todos pudessem acompanhar desde o início, embora considerando que de dentro para fora algo poderia soar monótono quando se falasse na teoria quântica.

Mas, nem Camus e nem Sartre eram flexíveis mesmo após um copo de champanhe ou de outra bebida qualquer. O caminho dos vícios não é necessariamente um requisito para que se possam escrever mais poemas sombrios e nem as lágrimas indispensáveis para seduzir.

A verdade em relação à alta conversação de nível restrito é que não se pode sair da cama gritando que no fundo iria assumir perante os vizinhos que em recentes revelações ficou expresso quanto às subsidiárias poderem ser as exemplares de todos os possíveis posturas. Posto que a matriz prefira a posição única rejeitando o conforto do nepotismo, elevar-se acima dos seres medianos e ao longo da vida. Felizmente, algumas vezes dirão que aquele alimento não contém glúten.

 
Autor
FilamposKanoziro
 
Texto
Data
Leituras
370
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 09/01/2018 20:31  Atualizado: 10/01/2018 16:41
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 1966
 .
.