https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Juventude Modernista

 
Roleta de alma,
Que troca de coração
Como troca de casa
Como troca de chão

Espírito da incerteza,
Não quero e quero amar,
Não quero e quero rir,
Não quero e quero viver a ilusão

É um dia estranho,
Uma hora atipica,
Enjoei do meu próprio sorriso
E da minha própria verdade
Eu só queria saber o porque
Sinto que tudo posso,mas nada posso fazer

O que direi pois,
Desse choque repentino
Me sinto velho e consciente
Nesse jovem corpo irresponsável,irrepreensível

Eu só não queria ser um antigo
Como meus avós e pais
Nessa geração de jovens frágeis e idosos
Sejamos livres,sejamos os libertadores
Libertinos,que destroem a essência do amor sem saber
Livres,mas presos pelos fantasmas da desilusão

Só não queria me esconder do mundo
Atrás de um monitor ou um robô
Perdendo vida pra ganhar vida
Bebendo a juventude pra ganhar juventude
Estamos na balada,vamos curtir
Eu não sei quem sou,ou o que faço aqui...só sei que bebi

Saudemos as novas armas,
Palavras,opiniões
Os novos fuzis que matam milhões
Seremos parciais,o mundo é grande demais
Pra caber num texto de 255 caracteres
Eu sei de tudo,mas não sei de nada

Libertaremos a mente da razão num só trago,
Libertaremos a mente da realidade em dois tragos,
Libertaremos a mente da opressão em três tragos,
Libertaremos o mundo de seus fantasmas em quatro tragos,
Libertaremos o mundo de si próprio em cinco tragos,
Libertaremos o mundo de quem não gostamos em seis tragos,
Libertaremos o a liberdade da própria liberdade em sete tragos...

 
Autor
neon
Autor
 
Texto
Data
Leituras
225
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.