https://www.poetris.com/
 
 
Open in new window
MÃE

Sabe, mãe, descobri que cresci
Hoje realmente precisei de você
Sentei no banco e sozinho me vi
Mãe, sua ausência me fez crescer.

Em seu santo colo, mãe, eu sorria
Você realmente era um porto seguro
Eu era muito feliz, mãe, e não sabia
Sou adulto mas me sinto inseguro.


Mãe ,você em seu ventre me alojou
Deu-me disciplina com amor e carinho.
E quando em suas asas me aconchegou,
Dormi como uma avezinha em seu ninho.

Ah,chorei no momento em que nasci
Porque foi grande a minha emoção
Mesmo sem você falar eu lhe ouvi
Porque você me falou com o coração.

Obrigado por ter me dado seu peito
Por ter me alimentado com carinho.
Por ter, mãe, me aceitado do meu jeito
Obrigado por ser luz no meu caminho.

Em silêncio eu rezo aquela oração
Aquela que você, mãe, me ensinou
Mãe, também canto aquela canção
Que tantas vezes você me acalmou.


Que Jesus cuide de você e de mim.
Um dia, mãe, a gente vai se encontrar
Eu sentirei aquele cheirinho de alecrim
Que você usava, mãe, para me banhar.

Lucineide






A poesia corre em meu sangue
Como a água corre no rio
Sem ela sou metade de mim
Meu nome é fruto de poesia.





 
Autor
Lucineide
 
Texto
Data
Leituras
319
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.