Poemas : 

A CORJA

 
Nem deixarão maus vícios esquecidos
aqueles que por roubar a toda a hora
notórios fanfarrões bem conhecidos
da aliança, quase sempre, vencedora...
O duro Cherne e o Marcelo são temidos
este ultimo por quem sempre a tv chora
Passos, Luisa Albuquerque e Relvas forte
Entre outros, a quem vai tardando a morte

Joana/Camões

 
Autor
Joanad'Arc
 
Texto
Data
Leituras
2892
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
4
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/07/2016 21:44  Atualizado: 09/07/2016 21:44
 Re: A CORJA
Muitos vivem assim, se entregando por atos pequenos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/09/2016 23:20  Atualizado: 07/09/2016 23:20
 Re: A CORJA
Uaaau, que bela linguagem poética!

Enviado por Tópico
F.Serra.Pintor
Publicado: 07/02/2017 12:20  Atualizado: 07/02/2017 12:20
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2016
Localidade:
Mensagens: 1125
 Re: A CORJA
agora ri de gosto, estes (o cherne, por exemplo) que por tão má sorte e por tão malfadadas obras se conhecem...
F.Serra

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/03/2019 11:23  Atualizado: 30/03/2019 11:23
 Re: A CORJA