https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Paz! Como a anseiam os homens ...

 
Tags:  dor    paz    liberdade  
 
Open in new window


Paz! Como a anseiam os homens ...
Qual o segredo daqueles que respiram liberdade
Desejam ser eremitas, isolado dos tempos conturbados.
Afastados de uma sociedade gulosa, pela sanidade deteriorada,
dos cidadãos que vivem sem viver!
Gritai! Vivemos hoje enclausurados, numa aparente felicidade,
completamente castrados às exigências doentes!
Os fantasmas passam, olham, seguem sonâmbulos,
vendo homens aparentemente felizes, sorridentes, com uma paz invejada.
Oh! Estão tão enganados ...
O coração chora de tormento!
Paz, como és ansiada ...
Um momento apenas, um minuto
Uma almofada doce, tenra, um céu estrelado,
o ar puro, a compelação à natureza.
Abrem os braços, absorvem a luz,
sentem o sol a banhar-lhes a alma!
Mas, nem assim alcançam a paz!
O descanso das amarguras, das mágoas, da dor!
O limite ... é o limite, o acumular.
Dai a paz, a quem a suplica!


João Salvador - 01/09/2016


João Salvador

 
Autor
Salvador
Autor
 
Texto
Data
Leituras
674
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
erro
Publicado: 15/06/2017 22:24  Atualizado: 02/01/2019 17:42
Colaborador
Usuário desde: 04/03/2016
Localidade:
Mensagens: 845
 Re: Como a anseiam os homens ...
gostei