https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Meu Diamante

 
Tags:  reflexão    rimas    pensamento    dedicatória  
 
Meu Diamante
 
Eu te amo muito
E há momentos que me pego pensando
E desejando sonhar com você
As vezes eu até tento não pensar
Pra minha insanidade não se apresentar
Desculpe, mas estou escrevendo pelo celular
Eu disse que iria conversar até você se zangar
Mas me segurei para não te irritar com meus assuntos sem noção
Mas, nesse quarto vazio, nessa solidão que agora vivo
Você é como um suspiro, preciso
Eu amo você, e me entristece o pensamento de poder te perder
E saiba que, quando acordar, em você irei pensar
E almejar do seu lado estar
Desculpe minha ausência, sei que abuso de sua paciência
Te amo.

Uma dedicatória, lembrando de sua pele cheirosa
Sentir suas mãos sedosas e carinhosas
Suas curvas volumosas, se preferir, perigosas
Seu cabelo enrolado, seu beijo apaixonado
O brilho do seu sorriso é o que preciso
Teu corpo que me deixa incontrolável
Seu olhar adorável, indomável e implacável
Não ai de dizer, que não me importo
Gostaria mesmo é saber se a conforto o necessário
Afinal eu quero que sinta prazer voluntário
Não quero nada obrigatório
Quero no final dos nossos dias, um relatório
Para saber se, para você, foi satisfatório
Poderá dizer que estou sendo simplório
Desejar te ter, sem o relógio para me deter
Não ligo para o quão imaturo posso ser, parecer.

Mas olhe só como gosto de pensar, comece a reparar
Nos amamos, nos separamos, choramos
Nos distanciamos, por um tempo não nos falamos
E sexta mesmo, nós nos abraçamos
Eu não sei o que está por vir, não sei se estamos perto do fim
Mas não me arrependi de tudo que já fiz, pelo contrário, estou feliz
Nas rimas tendo sempre encaixar minhas alegrias
Minhas companhias do dia-a-dia
Infelizmente, nem sempre consigo montar
Veja, agora mesmo tento esses versos lhe dedicar
Mas minha falta de cultura, de leitura
Torna péssima minha escritura
A forma como eu rimo os versos, advérbios
Porém, o que posso dizer, se um dos meus lazeres é escrever?
Pensando em você, minha intenção é me aprofundar
Cuidado com o que irá imaginar, estou falando sobre rimar
É uma bobagem, pode confessar
Em palavras mal formatadas estou a me declarar
Talvez daqui a dois anos, ao lê-las, irei chorar de rir
Mas é verdade, queria você aqui
E sim, já te disse isso antes
É como se fosse necessário tomar calmantes
Você é mais brilhante que diamantes cintilantes
Termino mais um texto neste domingo
Queria que fosse dormir comigo
Ou talvez, abrir minha porta e te ver sorrindo.

 
Autor
AteopPensador
 
Texto
Data
Leituras
510
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.