https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

O amor que te juro

 
As memórias com que me conjuro,
Percorrem os cantos de tua natureza,
Me atiram os sentidos para tal torpeza,
Onde o sentido desejo é algo impuro.

Em toda a insegurança me seguro,
É violento o ensejo em sua gentileza!
Ousasse ser mais suave para que ilesa
Sentisses todo o amor que te juro...

Ainda achas tu que tudo é fingimento!
Enquanto a tua duvida me desampara,
A ti se mantém fiel meu pensamento.

Quase o coração no peito sem ti pára!
Não duvides nunca de meu sentimento,
Tua ausência é ferida que nunca sara .

 
Autor
Pdark
Autor
 
Texto
Data
Leituras
320
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
4
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/12/2016 08:17  Atualizado: 02/12/2016 08:17
 Re: O amor que te juro
Belo soneto!

Gostei de ler!

Um abraço,

Anggela


Enviado por Tópico
Tonyy
Publicado: 02/12/2016 08:21  Atualizado: 02/12/2016 08:21
Muito Participativo
Usuário desde: 22/11/2016
Localidade:
Mensagens: 65
 Re: O amor que te juro
Muito bom!
Parabéns.