https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

rabiscando madrugada

 



passarei
rente o mar do
teu olhar
trinando
alto como outro
solitário faminto
pássaro

em mim
passarinhará
o doce engano
do teu querer
cigano

por amar (te)
finjo
desentender
tuas manhas
manias embalados
em véus
de tempos
clandestinos

em trapiches de orvalho
balanço a esperar
expectando
teu aportar
como flor no galho
ao dispor do pássaro
e
a qualquer momento
sinto
serei desprendida ao vento
e a este mesmo
vento atarei
o juramento
de levar-te aquecido
dentro
.
.
.

que amar (te) é
verbo sempre em
mim disposto
a conjugar (te)





O que, às paredes, confesso.

 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
230
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
4
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 07/03/2017 10:50  Atualizado: 07/03/2017 10:50
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16124
 Re: rabiscando madrugada
Parabéns Mary
Belíssimo poema!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 07/03/2017 14:46  Atualizado: 07/03/2017 14:46
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: rabiscando madrugada/ PARA MARY SSANTOS
Poema de vocabuário rico, cujas palavras expressam seus significados emocionais, e uma forma de amor absoluto que transcende a autora. Adorei.

Parabéns Mary, por esse poema tão belo!

Abraços

Enviado por Tópico
Juanito
Publicado: 07/03/2017 14:53  Atualizado: 07/03/2017 14:53
Colaborador
Usuário desde: 26/12/2016
Localidade: España
Mensagens: 2662
 Re: rabiscando madrugada
Realmente lindo!!

Meus parabéns e um abraço.