https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

A NATUREZA CONDENSA

 

Se trouxeres um poema o acesso é liberado
Não serás interrogado tem licença de entrar,
O tema é espontâneo e torço pelo bom senso,
A natureza condensa idéias que irão vingar...

O temor da humanidade a respeito do futuro,
As guerras tão obscuras refletem um mal está,
Devem se congratular seguidor de todo credo,
O amor não tem mistério é preciso exercita-lo...

Com a mesma finalidade e formatos diferentes,
Culpados e inocentes perseguem um objetivo,
De modo bem criativo redescobrir o seu intento...

Mais o caminho é estreito causando desolamentos,
Uma porção de elementos serão tragado no excesso,
E outros farão progresso encontrando o novo ser...



Enviado por Miguel Jacó em 31/12/2009
Reeditado em 01/04/2017
Código do texto: T2004300
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
379
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 02/04/2017 00:12  Atualizado: 02/04/2017 00:12
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6594
 Re: A NATUREZA CONDENSA
Boa noite, Miguel,

Quanta verdade em seu soneto.
Parabéns! Feliz domingo!!


Abraço,
Mary Jun

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 02/04/2017 19:17  Atualizado: 02/04/2017 19:17
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: A NATUREZA CONDENSA/ PARA MIGUEL JACO
Taí Miguel disse tudo e mais um pouco, sobre esse mundão e a humanidade que o compõe. Parabéns , amigo!

Bjos