https://www.poetris.com/
 
Rondel : 

UMA EQUILIBRISTA NATA

 


Uma equilibrista nata e contorcionista,
Faz mala bares usando a taça para tanto,
Em seus movimentos raros nosso encanto,
Devemos aplaudir esta grande artista.

Curvada ao meio seu quadril tem pistas,
A taça nele apoiada molda seu semblante
Uma equilibrista nata e contorcionista,
Faz mala bares usando a taça para tanto.

Apenas de fio dental ela tem compostura,
Se curva de modo tal que sua bela figura,
Esconde seus seios nus alicia a formosura,
Tem dileta simpatia alem de ser alquimista,
Uma equilibrista nata e contorcionista.



Enviado por Miguel Jacó em 19/11/2014
Código do texto: T5040837
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
490
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 06/04/2017 00:31  Atualizado: 06/04/2017 00:31
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6802
 Re: UMA EQUILIBRISTA NATA
Boa noite, Miguel,

Mais um texto criativo.
Nos passa detalhe da figura
aqui escrita. Parabéns!!

Abraço,
Mary Jun