https://www.poetris.com/
Poemas -> Paixão : 

O cigarro e o fumante

 
Tags:  #Srta.M.Diniz  
 
Serei teu cancerígeno produto ,tão formidável tabaco
Entrarei em teus pulmões , para te libertar do teu amargo .


Eis que quando te trago ,posso senti-la em meus lábios
E quando te escarro , você é apenas um cigarro.


#Srta.M.Diniz

 
Autor
Srta.M.Diniz
 
Texto
Data
Leituras
101
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
3
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 21/04/2017 18:00  Atualizado: 21/04/2017 18:01
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade: Cacém
Mensagens: 1081
 Re: O cigarro e o fumante
Tenho de comentar este poema.
A segunda estrofe.
Dois versos duma dimensão inusitada. Porque fiquei meio perdido na verbo tragar e a esbarrar no verbo trazer. Gostei do travo da ambiguidade.
E de como parece estarmos no meio de um diálogo em que o fumante ( gosto de fumador mas fumante coloca-me num fumador amante) justifica o hábito com um "posso senti-la em meus lábios" e as imagens surgem.
Mas o último verso, áspero, quase bruto, deixa-nos num patamar de desprezo fácil e previsível, com uma rima a meio de verso que dá-lhe uma sonoridade singular.

A fala do cigarro (primeiros dois versos) não são tão convincentes, sendo o primeiro verso uma antítese da força simples dos restantes.
Mas há amargura no outro.
Em todos nós.

Obrigado.


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 22/04/2017 01:26  Atualizado: 22/04/2017 01:26
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 25553
 Re: O cigarro e o fumante
Um veneno que mata milhões de pessoa no mundo