https://www.poetris.com/
Poemas -> Tristeza : 

Vã esperança

 
Tags:  dor    esperança    desilusão    sofrimento    escrever  
 
VÃ ESPERANÇA
(Thiago V)

Minha dor não tem dimensões
É tanta quanto o espaço disponível
Ela é intransigente, aguda e precisa
Pungentes são os pontos finais de cada dia arrastado que termina
Eu grito com as pontas dos dedos digitando apressadamente
As reticências são um espaço infinito das minhas possibilidades e esperanças
Escorrem pela minha garganta essas sentenças amargas que nunca serão pronunciadas
Eu choro e me lamento nas entrelinhas
Suspiros, apenas suspiros... São o que ouso manifestar
Sinto um pequeno instante de alívio que vem da esperança de que a incerteza não se torne realidade
E finalmente me acalmo, sento e me conforto, aguardo pelo amanhecer
Afinal o amanhã é sempre a esperança dos desiludidos.

 
Autor
whiteuil
Autor
 
Texto
Data
Leituras
156
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martims
Publicado: 30/05/2017 17:50  Atualizado: 30/05/2017 17:50
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6795
 Re: Vã esperança
AINDA BEM QUE EXISTE AQUELE AMANHÃO DENTRO DE UMA LOUCA DOR QUE GRITA OS ECOS DA VIDA