https://www.poetris.com/
Poemas -> Surrealistas : 

Lúcidas Auroras

 
Tags:  experimental    lusitanas  
 

Open in new window


Na lúcida aurora,
No fulgor da fria noite
Nascem as ilusões, d´alma,
No peito, repousam as mãos.

Brandura na meiga fonte,
Balançam em braços ternos
Busto bello e ofegante
Bendita, curvas d´alma.

Sentimentos agiaste,
Sumo deus em nobreza
Suspira o lougor natureza.

Oh, doidade grandiosa
Oh, calor , abraza o amor
Oh,sentindos do coração.


21.06.217

 
Autor
lsterreza
Autor
 
Texto
Data
Leituras
178
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 25/06/2017 01:38  Atualizado: 25/06/2017 01:38
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29264
 Re: Lúcidas Auroras
Momentos atos que vem dos olhos agitando de dentro de nosso se aquele deliciosa saudade em prazer