https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Quando a chuva cair

 
Quando a chuva cair e untar bem as botas, será tarde demais para cantar o fado.
Nesse dia, as cabeças rolarão a pique de chinelo no pé.
Era bom que alguém desse um murro na mesa e dissesse o que não é suposto dizer, mas que todos pensam.
É ela, a mulher centopeia, que tira macacos do saco de madrugada e diz que disse que afinal é verdade, que os cães mordem sempre que são atirados ao monte.
De vez em quando, aparo as nesgas das mentiras e sorrio, outras vezes atravesso líricos cânticos em bicos de pés para ninguém ouvir.
Que bem que canta o Ti Manel ao fundo da rua, o pior é o resto, são os incêndios, são as geadas fora de época, enfim uma panóplia de bruxarias que ninguém sabe como aparecem.
Mas o pior, para o Manel, é a falta de encanto, a falta de ânimo com que deslumbra o horizonte.
O pôr do sol fica sombrio, falta-lhe a emoção de outrora. Mesmo sem encantar gosto do canto do papagaio de serviço.

Gostava de ser a menina dos olhos do senhor que vive no centro do meu contentamento.



Carolina

 
Autor
Carolina
Autor
 
Texto
Data
Leituras
245
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/07/2017 20:22  Atualizado: 12/07/2017 20:22
 Re: Quando a chuva cair
Lindo texto Carolina!

Um beijinho,

Anggela


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 13/07/2017 13:57  Atualizado: 13/07/2017 13:57
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Quando a chuva cair/ PARA CAROLINA
Gostei desse texto, Carolina, porque há um entrelaçar de palavras do início ao término que tangem uma poesia que sai do lugar-comum.

Gostaria eu de escrever assim.

Beijinhos!