https://www.poetris.com/
Poemas : 

elegia do outono

 
do teu rosto ficou-me
o aroma das tílias
a folhagem molhada das manhãs de outono

e a boca onde às vezes acudia o beijo
quando o corpo era um fruto
carregado de sono

ficou-me o olhar puro das marés
da luz que fascina de cálida cor
branca rosa oculta como em oração

e o canto das aves pelos limoeiros
se a chuva era apenas pequena lembrança
ou um verso de amor numa canção

AF
















Carolina

 
Autor
Carolina
Autor
 
Texto
Data
Leituras
88
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 13/12/2020 13:18  Atualizado: 13/12/2020 13:18
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29490
 Re: elegia do outono
Prazerosa poesia encantadora e envolvente, que o sentido do amor é fértil