https://www.poetris.com/
Poemas : 

SER COMO O VENTO

 
Tags:  amor    paixão    dor    romance    surrealismo  
 
SER COMO O VENTO
 
SER COMO O VENTO

... sem ponto
de partida e sem destino,

com seu quântico
comportamento a permitir
que tudo se lhe navegue suave
e livremente;

sem saber
o que seja passado, futuro ou presente,
apenas se pondo entre as coisas
de modo lindamente
perene,

sem mais
nenhuma pretensão além
do ondulatório instante do estranho
momento:

entre as árvores,
os mares, os céus, gentes,
e as pernas das beldades florescentes,
queria eu correr assim,

sem ponto
de partida e sem destino,
como um vento demasiado inocente
e demente!


Péricles Alves de Oliveira (Thor Menkent)


 
Autor
Thor
Autor
 
Texto
Data
Leituras
26
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 13/10/2017 02:25  Atualizado: 13/10/2017 02:25
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 27426
 Re: SER COMO O VENTO
Um excelente poema. Nessa proeza perdemos o nosso destino nos encanto desejos