https://www.poetris.com/
Contos : 

A subconsciência

 
Já dissemos em outras ocasiões, que as palavras humanas existem para definir as coisas, definir é dar fim a algo, esgotar o assunto. E esse esgotamento significando uma pressa em esquecer ou passar adiante algo por si só, inexplicável, indefinível. Mas isso pode ser consultado, por aqueles mais inclinados, em campos descritivos ou semânticos da filosofia da linguagem, da Epistemologia, do Pragmatismo, da Ontologia, entre outros...
O fato é que, as palavras humanas são insuficientes para descrever todos os fenômenos existentes, e não apenas descrevê-los, mas também decifrá-los. E não bastasse isso, a humanidade gosta de classificar as coisas - dividi-las em classes - fazem isso consigo mesmos, por que não o fariam com o conhecimento - dando ou re-nomeando a coisa dela por ela mesma. Pode ser dito que isso facilita as coisas, mas nem tanto...
Logo, "subconsciência" é o nome dado ao pretenso lado inconsciente da consciência. Então, percebe-se, que por isso mesmo, a subconsciência ainda é a Consciência. Sendo Consciência a palavra geral, e subconsciência um dos seus lados. Um é o gênero, o outro, a espécie. Logo, a subconsciência e a Consciência são as mesmas coisas. Só vistas em separados por vocês, sua cultura e seu atual nível de conhecimento.
Sendo assim, todas as vezes que se disser aqui: "Consciência", este será um termo geral para o atributo da entidade pensante, seja esse pensamento um simples "instinto" ( como os animais ), um "cálculo racional" (humanos), ou a construção da realidade (alma).
Então, segundo as suas palavras, você está consciente quando está atento e se lembra das coisas. E inconsciente, quando do contrário. Então, segundo as suas definições, em todos os dias de sua vida que não fazem mais parte de sua memória e que foram esquecidos por você, você os viveu em estado inconsciente?
Como já dito em outros textos, o que chamam de inconsciência é a parte mais consciente de vocês. E ironicamente, o ego é que é, nessas definições, inconsciente de muitas coisas. E estes textos não estariam postos aqui se isso não fosse verdade.
O cérebro humano, não poderia lidar com as miríades de informações que o Ser, a Entidade, ou a Alma, que é a personalidade verdadeira, que é uma união de um sem número de personalidades, poderia expressar. Então, essa parte que vocês geralmente não podem expressar, que fica relegada frente as coisas mais "urgentes" do seu dia a dia, é que você chama de subconsciente. E é esse subconsciente, tão temido, tão desprezado pelo ego, que na verdade te faz respirar, seu coração bater, te inspira, te empresta a intuição e o instinto, e gerencia todos os seu pensamentos mais profundos, para no final do dia, produzir o que você enxerga como você, o seu ego.
Ou seja, você é o que você chama de subconsciência. É ela que cria a sua realidade, abre seus portais dimensionais e faz você viajar através de mundos, conectados a outras consciências, reflexões e memórias ancestrais e futuras. E o seu ego, que você pensa que governa a Consciência, é apenas um estado momentâneo, temporal, usado por sua alma para viver e experienciar essa existência em particular, pois você é muito mais do que um ego apenas, e o que Você realmente conhece do mundo vai muito além de uma simples e mera experiência onde você teve um nome. E achou que isso era importante.


j

 
Autor
London
Autor
 
Texto
Data
Leituras
57
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
23 pontos
3
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jdcc1
Publicado: 06/12/2017 22:40  Atualizado: 06/12/2017 22:40
Da casa!
Usuário desde: 17/10/2017
Localidade:
Mensagens: 231
 Re: A subconsciência
Gostei do texto.

Interessante seus pensamentos...

Concordo em partes.

Não sei se você conhece a técnica mnemônica "palácio da memória", sou adepto e me ajuda muito no cotidiano... Pra mim essa técnica vai além da memória e me ajuda a "despertar" de alguma forma meu subconsciente.