https://www.poetris.com/
Contos : 

O Natal

 
Claro, e tudo são símbolos. Símbolo é uma forma de linguagem, uma comunicação. E podemos dizer, com muita verdade, que a simbologia é a linguagem universal. Tu não atravessas a tua eternidade falando português, inglês ou qualquer dialeto que possas conceber. A linguagem verbal é um atributo de sua espécie, graças ao seu aparato orgânico e às condições de sua atmosfera. Não é porque é tudo o que você conhece, que seja tudo o que existe.
Símbolos são comunicações traduzidas em imagens interiores muito fortes e gerais. Que todos, em qualquer lugar de seu universo, pode entender, ainda que interiormente, e não se faça evidente ou claro num primeiro exame. Se você come muito, você passa mal, isso é símbolo, é uma linguagem, o seu organismo dizendo-lhe que você exagerou. Em qualquer lugar do universo onde uma espécie tiver boca e sistema digestivo, esse símbolo será compreendido, independente da linguagem verbal.
O amor, o ódio, o ciúme... todos os sentimentos são símbolos universais, é uma comunicação de você para você mesmo, dizendo, contando-lhe, quem de fato você é.
Como é a linguagem universal, comunicamo-nos com vocês por símbolos. Muitas e muitas vezes, embora a maior parte deles vos escapem da percepção primária em que estais acostumados a focar.
Em suma, até mesmo a dor é uma linguagem.

O Natal. É um símbolo. Ele não precisa de dia certo para ser comemorado. Se você é feliz, todos os seus dias são natais. Natal, creio, você sabe, simboliza Nascimento. A Natalidade de alguém muito importante... Alguém que usou todas as simbologias possíveis para comunicar a você o incomunicável.
Jesus Cristo em seu mundo simboliza o melhor que um ser humano pode almejar atingir. Ele também significa o sacrifício, e as muitas dificuldades que alcançar algo assim pode exprimir. Ele não apenas simbolizou uma vida difícil, mas uma morte célere e atribulada. Ele fora cercado de personalidades destoantes, precisou ensiná-las, orientá-las, cultivá-las e até mesmo, transformá-las.
Cristo simboliza o seu Eu Superior. A Perfeição de toda a humanidade, e o fim a que todo o ego quer alcançar. Você quer ser iluminado, e Ele é a Luz do mundo.
Como todo o Eu superior, ele é cercado por suas personalidades imperfeitas, e cada um de seus apóstolos simbolizava a característica singular de todas as personalidades humanas. O arquétipo do traidor, do dedicado, do descrente, do sonhador, do indiferente, do materialista... Em outra linha de probabilidade de desenvolvimento de sua espécie, onde a sociedade não é tão machista, simbolizado também pela figura feminina, nas imagens da mulher pura e da mulher devassa, que vocês conhecem como Maria, e Maria de Madalena.
Como todo o Eu superior, ele é desvirtuado e maculado pelo ego. A sua sociedade modificou e moldou Jesus Cristo de acordo com ela, como o seu ego molda o Eu superior de acordo com as expectativas e conveniências dele, o ego.
A simbologia de Cristo transcende o tempo. Ela é representada em todos os cantos onde existe a consciência, encaixando-se, é claro, nos costumes e modo de vida dessas consciências. E por isso, Cristo é universal, e o Natal também. Porque nascer é surgir para o mundo, ser revelado.
Como na história dessa Personalidade Maior, contada e cantada em todas as eras. Mesmo maculada pelo ego, a simbologia maior por trás dela não pode ser destruída. Porque símbolos, ao contrário da linguagem verbal, não podem ser desvirtuados. A mensagem final seria, largue tudo e o siga. Porque você não pode ser luz, sendo sombra.
Como na mensagem original, onde os apóstolos sentiram saudades ao vê-lo partir, e ainda aguardam o seu regresso. O seu ego também sente falta de algo melhor, e espera algo inexprimível em linguagem verbal.
Largar tudo não significa cair na miséria. Significa largar o que você acha que é, e tornar-se o que você tem certeza de Ser. É um caminho árduo e difícil, representado fielmente por Cristo. Você terá a sua cruz e morrerá por ela. Mas na história também diz que é morrendo que se vive. E essa história você sabe, tem um final feliz.
Que todos os dias sejam Natalícios para vocês. Que os símbolos por trás das mensagens lhe façam sentido. Que isso lhe torne pleno e próspero onde é importante. E que a Luz e o Brilho da Estrela de Natal guie os seus passos como o bem o fez aos reis magos, que deixando os seus lugares suntuosos foram ter na mais humilde manjedoura. E sabe, é dos lugares humildes que surgem as mais encantadoras boas novas.


j

 
Autor
London
Autor
 
Texto
Data
Leituras
187
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.