https://www.poetris.com/
Poemas : 

ao discernir... quem sabe um dia desvendaremos os segredos das estrelas???

 
ao discernir... quem sabe um dia desvendaremos os segredos das estrelas???
 
Somos unidos pelo cordão d'ouro
que cobre o universo dos verbos
nos ligando ao infinito além do céu azul
mesmo que possamos subir de quando em vez
a escada da ilusão mesmo que oxidando os olhos...
a semente tenta permanecer intacta
sem que o amadurecimento necessário
não tenha chegado ainda, aos pés sangrando.

...

No sentir que é tempo de mudar de planos
ver que os gazes que produzem a ferrugem
que corroí os sentimentos passam pela engrenagem
são necessários para a disseminação das cores
vibrem na semente lá plantada, abandonada
depois do se sentir seguro em cima do monte.

...


fazendo um coração descer as escadas
...sem som
na floresta sem ecos se sentindo
ouvindo tão somente o som do coração
desalinhado pelas correntes de vento.

um coração jogado no lixo solar
no buraco negro dos sentidos
desbotados pela dor que sangra
infinito entre rosas e espinheiros...

...

descendo ou subindo as escalas
da teoria de Thales
no trem enferrujado da vida.
E...
sem discernimento suficiente para entender que
somos feitos de pó de estrelas.

cada dia nos vemos ao longe
do outro lado da margem do rio...

...

oferecendo o conhecimento+entendimento
#Discernimento que muitas das vezes não temos.


ao discernir:
quem sabe um dia desvendaremos as estrelas???


Ray Nascimento




Do fundo do meu ser; amo te ler; tua amizade e seu amor sincero são refrigero pra minha alma.Te amo Amiga do seu AMIGOMENINO!
Open in new window
Adriel

 
Autor
RayNascimento
 
Texto
Data
Leituras
193
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 09/01/2018 18:29  Atualizado: 10/01/2018 18:43
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 1943
 .
.