https://www.poetris.com/
Poemas -> Juvenis : 

Golpe Do Amor

 
Tags:  amor    reflexão    rimas    dedicatória  
 
Golpe Do Amor
 
Eu me emocionei quando a vi
O amor me agrediu
Me deixei ser controlado pela sensação
Que me levou para uma planície desconhecida
Cercada por um campo de girassóis,
Que escorregavam por entre minhas mãos
Ela iluminou completamente meu dia
Em poucos passos, eu me senti perdido
Em um sentimento estrondoso
Que me cegou, tudo passou a ficar invisível
Mas me lembro o quanto aquele momento fora saboroso.

Um pouco atrapalhado, eu fui até ela
Morrendo de medo, mas tentei disfarçar
Ela usara meu coração como sua sela
Viajei para as montanhas, para o mar
Meus pensamentos, por ela foram roubados
Eu apenas caminhava, cambaleava para todos os lados
Um típico garoto apaixonado
Me senti surdo,
Pois não escutava as buzinas dos carros
Eu estava parado, em meio ao trânsito,
Que acabara por ficar engarrafado.

Desistir quem sabe fosse uma boa ideia
Se virar e abandonar um possível encontro predestinado
Mas minha mente havia ficado cega
E lá estava eu, correndo para cumprimentar a Cinderela.

Incapaz de pensar, inapto para conversar
Um jovem anormal, estranho
Em busca de um amor para se agarrar
Que considerava aquela dama um sonho
Talvez um desejo que se tornara real
Claramente não havia como arquitetar um plano
Afinal, aquele momento era extremamente especial
E a única palavra que saíra da boca tremula do menino fora,
“Eu te amo”.

Com poucas moedas no bolso,
Eu estava disposto a compra-la um biscoito
Fiquei com medo dela me julgar sendo tosco
Ou talvez que me acusasse de louco
O desespero me apunhalou,
E, faltando poucos passos para nos encontrar,
O meu peito, assim como um sino, badalou
Borboletas em meu estômago voaram,
E minhas pernas trepidaram.

Pensei que tolo como eu não haveria de existir
Eu estava bem ali, mas a covardia me impediu
Jamais esquecerei de como a apreciei
Seus sorrisos, seus olhos, carvalhos, lindos
Dias após dias eu a procurei,
Enlouquecido por noites em claro
Pensando apenas naquela pessoa de cabelos cacheados
Me encontrava enfeitiçado,
Por uma beldade que me fez almejar um amor de verdade
Talvez eu fui apenas iludido pela distância
Mas com muita insistência, a vi finalmente
E desta vez, meu corpo não demonstrou relutância
Caminhei ao seu encontro,
E disse o que passava em minha mente.

 
Autor
AteopPensador
 
Texto
Data
Leituras
102
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.