https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Panaceia

 
Tags:  labios    veia    panaceia  
 

Essa curva serena
que trazes nos lábios

foi pedra em flor
no meio das searas

foi perfil de verão
em manhãs claras

é neve que voa
no inverno aceso

por trás dos vidros
um vulto preso

e no frio verso
que arde nas veias

demora-se o sol do sal
que a miragem ateia

nascendo o poema
- panaceia do tempo -


 
Autor
Nininha
Autor
 
Texto
Data
Leituras
302
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
4
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 04/02/2018 10:20  Atualizado: 04/02/2018 10:20
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29155
 Re: Panaceia
Palavras que se cadencia vindo doa olhos, sente o coração


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 10/02/2018 12:33  Atualizado: 10/02/2018 12:33
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4177
 Re: Panaceia P/ Nininha
Menininha querida,

A perfeição não existe, é um facto. Mas que tu pareces tocá-la, parece.
Aqui lendo-te em "Panaceia", fiquei abismada na precisão que teus incisivos versos, contêm no que transmitem e na forma como o versas. É, sem dúvida, quasiiiii perfeito esse teu poema.

Uma delicia em versos.

Beijinhos

Maria