https://www.poetris.com/
Sonetos : 

PENETRO-TE

 
PENETRO-TE
Penetro-te com cuidado bem devagar,
Bem mais lento que desejas, eu sinto.
Vejo neste teu olhar súplice, faminto...
Que desejas mais forte ali o penetrar!

Abres as pernas, me enlaças buscando
Ser penetrada. Forte é o desejo! Resiste
A estreita via! Gemes! O desejo insiste
E vitorioso penetra ao fundo chegando...

Suados, nos beijamos. Foi bom amor?
Pergunto. Poucas lagrimas, um sorriso...
Teu olhar! Estão falando: que é preciso
Recomeçar tudo com redobrado ardor...

Abraçados, ficamos ali a nos beijar..
Beijos mil, aguardando o recomeçar!

Pedro Paulo da Gama Bentes-2001-02-15


 
Autor
PedroPauloGamaBentes
 
Texto
Data
Leituras
195
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.