https://www.poetris.com/
Poemas : 

Barulho

 
Inferno urbano,
Barulho de carro, barulho de moto
Barulho de choro, barulho de tiro
Barulho de furadeira, barulho de grito
Perturbação...

Poluição, que sequestra a paz,
Sequestra a razão
Mata a luz, o princípio da educação
Que hoje se encontra em extinção

Não bastasse a visual,
Propagandas inúteis, de coisas inúteis
Agora também a audição tornou-se refém
Desse grande caos, chamado de organização

E que coisa mais insana,
Precisar de um barulho mais alto e contínuo
Pra conseguir conservar uma linha de raciocínio
Diante dessa crescente maldição

 
Autor
neon
Autor
 
Texto
Data
Leituras
198
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
3
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carii
Publicado: 16/06/2018 22:29  Atualizado: 16/06/2018 22:29
Colaborador
Usuário desde: 28/11/2017
Localidade:
Mensagens: 1772
 Re: Barulho
Versos cheios de verdade e razão! Somos todos escravos da atualidade, e apenas nos acomodamos. Gostei do poema. Abraço!


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 18/06/2018 12:22  Atualizado: 18/06/2018 12:22
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Barulho P/neon
Adoro a tranquilidade
tudo no perfeito tom.
Por isso há tanto surdo
que nem para si é bom!

Gostei e tem toda a razão, abraço Vó