https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

BREVIDADE

 
Open in new window










B R E V I D A D E


hoje uma folha caiu daquela árvore
enquanto o sol se escondia
e a tarde estava admiravelmente bela
fiquei a olhar a folha
e sua descida lenta, tocada pelo vento
balançando no ar, trêmula
até atingir a terra…

meu pensamento voou
acompanhando a leveza
e entendendo por um instante
a mágica do momento
delicada folha que dançava
ao som de sua própria morte...

hoje uma folha caiu daquela árvore
como a vida que de repente se desprende
um grito que não se ouve
um olhar que não foi notado
ínfima folha na imensidão da paisagem
traduzindo a vida
em sua brevidade

*Mary Fioratti*

 
Autor
MaryFioratti
 
Texto
Data
Leituras
1852
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
19 pontos
7
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 03/10/2018 10:29  Atualizado: 03/10/2018 10:29
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15161
 Re: BREVIDADE
Quão breve é vida: o tempo da queda de uma folha. Dizem que uma folha não cai se Deus não quiser... Beijos , Mary!


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 03/10/2018 11:41  Atualizado: 03/10/2018 11:41
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: BREVIDADE P/MaryFioratti
Olá Amiga o seu poema é tocante e belo! Assim foi criada por Deus, assim é a Natureza suave e terna... breve! Beijinhos e saudades Vó


Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 03/10/2018 17:23  Atualizado: 03/10/2018 17:23
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 1334
 Re: BREVIDADE
Belo! Muito Belo poema, mostrando um breve momento. Adorei!
Beijinho querida Mary!


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 10/11/2018 20:54  Atualizado: 10/11/2018 20:54
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9304
 Re: BREVIDADE
Boa noite MaryFioratti, nesta natureza tudo se recicla, e quando nos deparamos a observarmos os elementos da natureza nos damos conta de que este processo é bem visível e em alguns casos impactante, o Ipê por exemplo perde todas as folhas antes de se cobri de flores, depois perde todas as flores antes de se revestir de folhas, parabéns pelo vosso reflexivo poema, MJ.