https://www.poetris.com/
Sonetos : 

No divã

 
Tags:  palavras    futuro    festa    desalento  
 
No divã

Em uma casinha tão modesta
Com muitas flores na janela
Na infância tudo era uma festa
E a minha mãe olhando por ela

Olhando nos meus caminhos
Via com orgulho o meu futuro
Rezava pra não haver espinhos
No tempo que tudo era puro

Hoje eu me deito nesse divã
Com poucos sonhos no amanhã
Fico escutando e não falo nada

Fico lembrando do meu passado
Com o presente não me agrado
Em uma época tão conturbada.

jmd/Maringá, 11.10.19


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
105
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.