https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

AR-180415

 
observava a rota do colibri
atraído pelo encantamento,
voava confiante, mas,
estancou cintilante no ar
ante a pequenina flor...
desencantou-se ao travo
sabor daquela inflorescência,
apesar de atraente em cor...
optou arremeter-se, não voltou...
dest'arte, prevalece, penso;
de o mel que adoça a boca
sem nada impor, se amargor
ao se provar, opte ir sem
retornar se desilusão for...
'beija-flor'

 
Autor
ZESILVEIRADOBRASIL
 
Texto
Data
Leituras
240
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
38 pontos
8
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 26/11/2018 20:09  Atualizado: 26/11/2018 20:09
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15991
 Re: AR-180415

Apreciei a leitura! Travei, ops, levei!
Beijos!


Enviado por Tópico
Manu_C
Publicado: 26/11/2018 21:02  Atualizado: 26/11/2018 21:02
Novo Membro
Usuário desde: 28/04/2018
Localidade: Italia
Mensagens: 3
 Re: AR-180415
Ah, ZESILVEIRADOBRASIL,

que bom revê-lo e reler seus voos!

Um grande abraço da Itália,
Manuela


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 26/11/2018 21:03  Atualizado: 26/11/2018 21:03
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15096
 Re: AR-180415
Bom te ler, te ver e te ter por aqui mais uma vez , Zé! Abraços!


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 27/11/2018 16:13  Atualizado: 27/11/2018 16:13
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12439
 Re: AR-180415 P/ZESILVEIRADOBRASIL
Prazer em ler o seu poema tão bonito neste ar refrescado da ausência, abraço Vólena