https://www.poetris.com/
Poemas -> Tristeza : 

DIA SEGUINTE

 
Tags:  poema  
 
DIA SEGUINTE
 
DIA SEGUINTE
(Jairo Nunes Bezerra)

O dia chegou mais claro e azulado,
Ventos mansos circularam na redondeza...
O espaço foi transformado em reinado,
E dele figuras como única princesa!

Deixei de fitar o firmamento distante,
E em ti me concentrei...
Embora continuasses inconstante,
De tua presença escravo continuei!

Agora escurecida vivencia a noite,
Pra mim a tua ausência vira açoite,
E meu destino é seguir para o meu ninho!

Sou guiado pela estrelas e o luar,
Vacilo e busco o mar,
E solitário, tristonho, continuo sozinho!


 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
158
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.