https://www.poetris.com/
Crónicas : 

UMA CARTA DE AMOR DO CÉU PARA A TERRA

 
Tags:  amor    poema    criança    voz    Serenidade    pequena  
 


Estava eu escrevendo meus poemas, quando ouvi um pequeno chamado. Não vi ninguém, mas perguntei quem era. A voz - de criança - falou um nome, e disse que queria escrever uma carta do céu para a terra. Queria que eu falasse sobre ela e sobre o mundo em que ela vivia.

"- Faz um poema sobre mim! Eu não posso pegar numa caneta para escrever, portanto peço que você escreva para mim."

Perguntei seu nome, e a meiga voz pediu que eu a chamasse simplesmente de "Amor". Quis saber onde ela estava, e disse-me alegremente que estava se preparando para nascer, e que já conhecia a sua família futura. Pediu-me para fechar os olhos, e "Amor" foi-me levando para um mundo diferente.

"- Vem comigo, que vou te levar lá na minha mãezinha, e você vai sentir onde e como estou."

Então, senti-me envolvida por um carinho imenso, senti também muita alegria e paz profunda. De repente, um coraçãozinho começou a bater em todo o meu ser, e eu estava junto com "Amor" em algum lugar protegido e seguro. Com sua voz querida, "Amor" disse-me que, neste momento, eu estava com ela no útero da mãe, que estava no 8º mês de gestação.

Ali, havia serenidade e ternura.

Então, "Amor" me pediu:

"-Escreva uma carta em meu nome e de todas as crianças que ainda não nasceram. Queremos ser amados por vocês, assim como nos sentimos amados no seio de nossas mães. Nós queremos um mundo feliz, sem guerra e sem ódio. Vamos correr e brincar aqui na tua cidade, e seremos uma geração que conviverá e crescerá juntos.

Alguns de nós, vão morar em favelas - não se esqueçam de olhar por nós, mesmo assim. Outros, terão problemas de deficiência: amem-nos e lutem para que eles tenham um mundo bom.

Nós só queremos amar e sermos felizes. Não seremos grandes para o mundo, mas queremos ser grandes e importantes - como Seres Humanos - para vocês.

Quero mandar uma mensagem à ONU, para o Papa, e para todas as pessoas e grupos responsáveis pela infância no mundo: - Lutem sempre pela felicidade de todas as crianças da Terra.

Um dia, nós poderemos retribuir o carinho recebido, ajudando também a melhorar o mundo das gerações que virão depois da nossa.

"Amamos vocês!

Vou te encontrar novamente na forma de uma criança na tua cidade. Não esquece de escrever a minha carta. Adeus!"

Devagarinho, voltei para a minha realidade, mas não esqueci da carta que "Amor" me pediu. Espero que sejamos compreendidas por todos aqueles que muito amam o "lugar chamado INFÂNCIA."

Professora Saleti Hartmann
Cândido Godói-RS

 
Autor
SALETI HARTMANN
 
Texto
Data
Leituras
143
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 26/12/2018 19:35  Atualizado: 26/12/2018 19:35
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29136
 Re: UMA CARTA DE AMOR DO CÉU PARA A TERRA
Confesso que fiquei encantado com tanta beleza e magia