https://www.poetris.com/
Rondel : 

COLETANDO A SEIVA DA VIDA

 

Coletando a seiva da vida teremos longevidade
Produzimos a capacidade de sermos antecedidos
Por momentos memoráveis cicatrizantes de feridas
Que fomentam desalentos em nossa sobriedade.

As nossas incapacidades desvirtuam nossas vidas
Mas podem ser reformadas noutras práticas vividas
Coletando a seiva da vida teremos longevidade
Produzimos a capacidade de sermos antecedidos.

Quem não sabe onde pisa pode queimar o solado
Dos seus pés tão estimados ao pisar componentes
Que nos parece inofensíveis mas possui poder letal
A vida humana é marginal e precisa ser idolatrada
Coletando a seiva da vida teremos longevidade.


Enviado por Miguel Jacó em 27/12/2018
Código do texto: T6536846
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
134
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carii
Publicado: 27/12/2018 22:41  Atualizado: 27/12/2018 22:41
Colaborador
Usuário desde: 28/11/2017
Localidade:
Mensagens: 1772
 Re: COLETANDO A SEIVA DA VIDA
A seiva da vida que muitas vezes ignoramos, mas o tempo é senhor... e ele nos ensina a bem ou mal a dádiva que deve ser viver por nós e pelo próximo. Gostei da mensagem reflectida nos teus versos poeta Miguel. Muito bonito! Um abraço.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 29/12/2018 09:59  Atualizado: 29/12/2018 09:59
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6337
 Re: COLETANDO A SEIVA DA VIDA
Quantos solados dos pés foram queimados, neste universo onde os homens não sabem coletar a seiva da vida!

Belo poema! Adorei, parabéns, Miguel.

Abraço!
upanhaca