https://www.poetris.com/
Sonetos : 

ELUCIDÁRIO

 
Tags:  SONETOS 2019  
 
ELUCIDÁRIO

Faço saber a quantos possam vir
Pousar os olhos sobre esta memória,
Que os versos que escrevi pouca vanglória
Me honraram do presente e do porvir.

Ainda assim eu nada fiz excluir
Das misérias que em toda a minha história
Atravessei na busca meritória
De mais fazer pensar do que sorrir.

Assim, não escrevi para agradar,
Tampouco -- fosse fácil; fosse fútil --
Rimas fiz para ter o meu lugar.

Pós-profeta da túnica inconsútil,
Sem messias algum para anunciar,
Eis aqui minha escrita bela e inútil.

Betim - 21 02 2019


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
132
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.